Honorários

consultorios_25_1

Chegou à nossa página de honorários... Sim, aqui você vai saber exatamente qual é o valor que praticamos nas nossa consultas. Mas, antes de mais, gostaríamos que refletisse um pouco connosco…

É caro consultar um Psicólogo?

Realmente, é natural fazer perguntas. É comum ter dúvidas. É legítimo querer saber… Quais os honorários de um psicólogo?  Que valores são mais praticados?… O que é que se pode considerar uma consulta cara ou barata?

Na verdade, o que é que significam os diferentes preços? Se os preços são altos significa que há mais qualidade? Que aquele psicólogo, que pratica valores mais baixos nas suas consultas, é pior? Que não é suficientemente competente?...

consultorios_25_2

Sabemos que há consultas de Psicologia sem custos

Talvez até saiba que são apregoadas consultas sem custos… E você perguntar-se-á se deve ir a uma dessa consultas…

São, na verdade, perguntas que fazem todo o sentido. De facto, antes de marcar uma consulta num psicólogo, é natural que queira ter mais informação…

Quer saber, nomeadamente, o seu custo… Pretende saber o custo de uma sessão isolada… Quer conhecer o valor de um conjunto de sessões. Se há packs de consultas mais em conta…

ja emdr golf

Consulta presencial e online com valores diferentes

Na PSICOVIAS chegámos  a valores de referência distintos. Se optar por uma consulta presencial, o valor é de 70 € . Se optar por uma consulta online, o valor é reduzido para 65 € .

NOTA IMPORTANTE: Por um período limitado, os valores relativos às consultas presenciais são, neste momento, iguais aos das consultas online, conforme seguinte:

  • 1 consulta presencial ou online - 65 euros
  • 5 consultas presenciais ou online (pack) - 250 euros

A duração de cada sessão, em qualquer das modalidades, é sempre, por norma, de 50 minutos, podendo em alguns casos, por exemplo na abordagem EMDR, chegar aos 75, ou até mesmo aos 90, minutos.

A adesão a packs fica mais em conta

Pode ser acordada uma "avença" por packs, sendo, neste caso, praticados os seguintes valores:

Pack de 5 consultas online - 250€

Pack de 5 consultas presenciais - 300€

NOTA IMPORTANTE: Por um período limitado, os valores relativos às consultas presenciais são, neste momento, iguais aos das consultas online, conforme seguinte::

  • 1 consulta presencial ou online - 65 euros
  • 5 consultas presenciais ou online (pack) - 250 euros

Nota: A Ordem dos Psicólogos Portugueses afirma que não existe nenhuma tabela de preços de consultas de psicologia, e até acrescenta que nunca irá existir. No entanto, um estudo feito pela DECO refere que uma consulta, na área da psicologia, pode variar entre os 25 e os 100 euros, sendo que o valor mais praticado se situa entre os 50 e os 60 euros.

foto_aluguer_consultorios_A6_6

Em psicoterapia é necessário continuidade 

Porque deve aderir ao pagamento por packs? Oferecemos esta possibilidade porque, na verdade, salvo as devidas exceções, é necessário haver continuidade. Assim, poderá fazê-lo tanto na modalidade de consultas presenciais como de sessões online.

Ou seja, é muito natural que seja preciso levar a cabo mais consultas para além da primeira. Com efeito, em psicoterapia, é necessária continuidade e, logo na primeira consulta, essa necessidade poderá ser confirmada.

Nessa sequência, nós poderemos acordar, consensualmente, uma sessão semanal regular.

Assim, na modalidade de consultas online em pack, pagará 250 euros por 5 sessões, usufruindo de sessões de psicoterapia semanais de uma forma regular, de acordo com o cientificamente preceituado.

fachada melh

Temos instalações com o máximo de conforto e comodidade

As sessões online ocorrerão em determinado dia da semana e hora, a combinar, em qualquer lugar, no país ou no estrangeiro. Você escolherá, pois, o local onde deseja estar nas consultas à distância. E, para tal, bastará que o local por si escolhido tenha condições de confidencialidade e uma adequada ligação à Internet.

De um modo geral, as pessoas que nos têm procurado escolhem a sua própria casa. No entanto, você poderá optar por qualquer solução que mais lhe convier...

Mas você poderá preferir as consultas na modalidade presencial.  Nesse caso, você contará com o conforto de um consultório especialmente preparado para o efeito em pleno centro de Lisboa.

Sim, se mora na Grande Lisboa, talvez prefira a modalidade presencial. Ou então se não mora, mas se não se importa de se deslocar aos nossos consultórios, situados entre o Saldanha e o El Corte Inglês, também talvez o prefira...

consul6a b

Você está no estrangeiro?

O atendimento psicológico à distância, para além de ser mais económico, é, de facto, indicado para quem viva fora do país. É, pois, especialmente indicado, por exemplo, para as comunidades portuguesas na diáspora. Você pode ser emigrante em França, na Alemanha, na Bélgica, no Luxemburgo, no Reino Unido, na Suíça, no Canadá, nos Estados Unidos da América...

As sessões de psicoterapia online são também indicadas, por exemplo, para os estudantes que se encontrem a fazer o programa Erasmus, ou, repetimos, para os emigrantes em geral. É, de facto, uma modalidade à disposição daqueles que, por razões culturais, ou outras, preferem consultar um psicólogo que esteja em Portugal, um Psicólogo que fale a língua portuguesa.

Também é, igualmente, indicada para pessoas que vivam no Brasil, em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, ou seja, para os cidadãos dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, dos PALOP...

perfil

Quer um Psicólogo que fale a língua portuguesa?...

Atendemos pessoas de todo o mundo via online.

Envie sms (+351) 934 500 303

Telefone (+351) 934 500 303

Envie email info@psicovias.pt

Faça um agendamento direto por WhatsApp aqui

Veja, precisamente, o local das consultas presenciais

As sessões presenciais decorrem, por norma, em Lisboa, na morada assinalada no mapa (mas também poderão ser consensualizados outros locais).

Morada do consultório - LATINO COELHO 87  - Avenidas Novas - Lisboa

 

O que é isso de consultas online?

Realmente ainda pode haver algum desconhecimento em relação a consultas que decorrem no ciberespaço... Em resumo, podemos dizer que é um atendimento psicológico que se apoia em plataformas eletrónicas. E não se preocupe porque a escolha do meio vai definir-se conforme as suas preferências, conforme as possibilidades mútuas...

Pode, pois, em vez de uma sessão presencial, optar por uma consulta online, a distância. Esta modalidade acontece, pois, por telefone, telemóvel, videoconferência, email, chat...

O atendimento psicológico à distância, repetimos, é apoiado em plataformas tecnológicas de comunicação. Privilegiamos o Skype pela sua robustez e qualidade de comunicação, tanto a nível de imagem como de som. Mas podemos usar quaisquer outras plataformas conforme você o desejar.

Tenha em conta que uma consulta de psicologia online ocorre sempre de forma síncrona. De facto, o psicólogo está sempre presente ao longo de toda a sessão, por norma com a duração de 50 minutos.

NOTA IMPORTANTE: A partir de 1 de setembro (por um período limitado), os valores relativos às consultas presenciais serão iguais aos das consultas online, conforme seguinte:

  • 1 consulta presencial ou online - 65 euros
  • 5 consultas presenciais ou online (pack) - 250 euros

Escolha a forma de pagamento

Sim, poderá escolher a que mais lhe convém.

Caso a modalidade online seja a escolhida, você poderá efetuar, previamente, uma transferência bancária para o IBAN PT50 0035 0936 00044950200 18 .

Ou então, se preferir, pode efetuar o pagamento através da aplicação MBWay para o nº de telemóvel 93 450 03 03

Ao mesmo tempo, ou logo que oportuno, você poderá enviar os dados necessários para a emissão do respetivo recibo.  Ou seja, poderá enviar o seu número de identificação fiscal NIF, assim como: País, Nome completo, Morada, Subsistema de Saúde e N° de beneficiário).

Pode, ainda, optar pelo pagamento por PAYPAL

Poderá escolher a plataforma tecnológica de comunicação

Até um dia antes da consulta, de preferência, você poderá enviar o email associado a uma conta Skype. De facto, muitas pessoas preferem esta paltaforma de comunicação. Nós. como já referimos, também priveligiamos o Skype pela sua qualidade e facilidade de acesso.

No entanto, pode estar mais familiarizado com outra plataforma de comunicação, tal como a Viber, Talky, Live Minutes, Wiziq, Any Meeting, Lifesize, 00V00, Goggle Hangouts, Webex, Adobe Connect, Facebook, Mega Meeting, Appear In, Blue Jeans, Meeting Burner, Zoom, etc.,

Nesse caso poder-se-á, consensualmente, adotar o seu uso.

Marque já a sua primeira sessão de psicoterapia online

Sim, pode marcar, de imediato. Para tal, pode enviar um email para info@psicovias.pt . Pode, se preferir, ligar a qualquer hora para o telemóvel +351 93 450 03 03.

Antes de marcar consulta, poderá, no entanto, querer saber mais sobre as vantagens do atendimento psicológico online...

Se chegar à conclusão que prefere, afinal, a modalidade de consulta psicológica presencial, tudo bem... Saiba que pode também optar por um pagamento por packs na modalidade presencial. Este pagamento inclui sessões presenciais semanais, em contínuo. Se optar por esta modalidade de consulta presencial semanal terá o custo de 300 euros por 5 sessões, sendo que as mesmas decorrerão no nosso consultório em Lisboa.

NOTA IMPORTANTE: A partir de 1 de setembro (por um período limitado), os valores relativos às consultas presenciais serão iguais aos das consultas online, conforme seguinte:

  • 1 consulta presencial ou online - 65 euros
  • 5 consultas presenciais ou online (pack) - 250 euros

E como é que faço para proceder ao pagamento das consultas?

Se o atendimento psicológico for presencial, talvez não tenha essa dúvida. Mas se o apoio psicológico for na modalidade Online até faz, realmente, muito sentido. Portanto, é também legítimo quer saber como é que se processa o pagamento das consultas.

Pode, por exemplo, ter a dúvida se só pode ser feito em dinheiro… Pode querer saber se é possível poder fazer-se por transferência interbancária. Ou se pode ser feito por MBWay ou por PayPal. E, por exemplo, se se decidir por um pack de sessões, se pode haver ajustamentos e descontos. No final, de contas, se os honorários podem ser consensualizados…

Quais são os honorários que habitualmente se praticam?

A resposta é esta: praticam-se os mais variados valores. E até haverá as tais consultas gratuitas… Só que…, talvez seja melhor continuar a ler…

Realmente, sobre este assunto, do pagamento de honorários, no âmbito das Psicologias e das Psicoterapias, até há vários estudos. Há alguns estudos que se debruçam, nomeadamente, sobre a questão da contratação de honorários fazer parte integrante do processo numa psicoterapia. Ou seja, será até uma questão que se poderá trabalhar no âmbito do “contrato psicoterapêutico”.

O pagamento das consultas psicológicas faz parte do processo psicoterapêutico

Dizem, realmente, alguns autores que a fixação do valor de uma consulta de psicologia pode suscitar temáticas transferenciais e contratransferenciais… Talvez não lhe diga nada esta temática… Pois, mas fique com a ideia que, na verdade, pode influenciar, de modo positivo ou negativo, o processo…

Sim, há investigações que apontam nessa direção… E por isso é que quando as consultas são grátis não haverá a tal mudança… Não há melhoras… Tudo porque, realmente, a pessoa tem que estar implicada. Faz-lhe sentido? Pois, se calhar faz… Se a pessoa não está disposta a pagar por determinado serviço, que valor é que lhe dá?...

De facto, a questão dos honorários em Psicologia, pode remeter, por exemplo, para questões relacionadas com a sobrevalorização, ou desvalorização, do psicólogo. E pode remeter, igualmente, para questões relacionadas com a perceção de competência e de experiência profissional por parte da pessoa em relação ao psicólogo que consulta.

Honorários de psicólogos com valores superiores, inferiores, altos, baixos…

Realmente, como já referimos, praticam-se valores muito diferentes… Praticam-se honorários bastante superiores aos que a PSICOVIAS pratica. Mas, na verdade, também há psicólogos que praticam honorários com valores inferiores aos nossos.

E, mais uma vez, lá vêm os estudos… Há, de facto, estudos que apontam razões para esses valores serem baixos. Podem, de facto, prender-se, muitas vezes, com eventuais sentimentos de culpa do próprio psicólogo em relação a eventuais insucessos nas sessões. Outras vezes haverá em que o psicólogo pode fazer um desconto para compensar eventuais “erros”. Pode também fazê-lo para agradar à pessoa, ou por medo que a pessoa deixe de vir à consulta.

A qualidade paga-se, concorda, não é?

Enfim, sabemos que a qualidade não tem um definição objetiva. Mas estamos perfeitamente conscientes que trabalhamos com o máximo de rigor técnico, científico e, por último, mas não menos importante, como o máximo de rigor humanista.

Mas, tudo bem, da nossa parte também consideramos que é salutar falar abertamente deste tipo de questões ligadas ao dinheiro. Com efeito, na PSICOVIAS estamos sempre dispostos a fazê-lo. No entanto, apresentamos logo à partida que não trabalhamos de graça. De facto, não praticamos a modalidade de consultas grátis.

Os nossos honorários resultam da análise de vários fatores. Temos honorários de referência. No entanto, temos consciência que várias alterações podem acontecer no processo psicoterapêutico. De facto, as condições podem ser modificadas por mútuo acordo. É uma questão que não está totalmente fechada e que não é inflexível. Aliás, tudo isso pode fazer parte do processo e até pode ter um significado psicológico a ter-se em conta.

Você pode abordar o assunto do dinheiro de uma forma franca

Você, naturalmente, dá importância às questões financeiras. Nós também, mas não damos importância apenas à questão monetária em si mesma… Com efeito, reiteramos, muitas vezes, a questão do dinheiro é importante no próprio processo psicoterapêutico.

Sabemos que você poderá ser uma das muitas pessoas que pode apresentar uma certa relutância em falar abertamente sobre este tema do dinheiro. Ora, na PSICOVIAS, repetimos, estamos, de facto, sempre dispostos a abordar esta temática de uma forma franca.

Contudo, repitamos, o pagamento dos honorários da consulta pode ser uma peça fundamental para o sucesso de uma intervenção psicológica. Efetivamente, há estudos, ainda que alguns não consensuais, que apontam para isso mesmo. Ou seja, apontam para o facto de poder não haver empenhamento na mudança psicológica quando o ato psicoterapêutico é gratuito.

De facto, não praticamos a modalidade de, por exemplo, uma primeira consulta psicológica ser gratuita. E fazemos isso seja no formato presencial ou no formato online. Até mesmo por chat, por exemplo, consideramos que as sessões devem ser sempre pagas pela pessoa que delas quer usufruir.

Os estudos científicos mostram que as consultas com um psicólogo devem ser pagas

Realmente, há estudos que apontam para importância dos pensamentos, sentimentos e emoções, relacionadas com o dinheiro, deverem ser devidamente objeto de análise. Isso, pode, com efeito, interferir no êxito do processo psicológico de ajuda…

Portanto, a questão do dinheiro deve ser um tema confortável. É uma questão que pode ser falada, de modo a ser um tema confortável para ambas as partes. Tudo deve, pois, estar, devidamente clarificado. Na PSICOVIAS, na nossa prática, estaremos, pois, sempre abertos a falar deste tema consigo.

Muitas vezes, pode haver, de facto, eventuais conflitos internos que atrapalhem o decurso resolutivo das temáticas que são trabalhas.

De facto, talvez por não sermos psicólogos “novatos”, ou inexperientes, sentimo-nos à vontade para falar destas questões monetárias consigo.

Pagar as consultas ao psicólogo leva a uma implicação mais ativa no processo de mudança

Sabemos que o tema do dinheiro que se investe num atendimento psicológico está muito ligado ao estilo de personalidade de cada um.

E também sabemos que a falta de pagamento de honorários a um psicoterapeuta pode ter vários significados. Pode não ser apenas, na verdade, uma eventual falta de posses ou carência económica e financeira.

Não sabemos em que situação você se encontra. Poderá, realmente, estar a passar por dificuldades económicas… Mas, se calhar, até nem é o fator principal… Você até pode reconhecer que poderá fazer um esforço e ser possível…

Mas todo o tipo de casos… Com efeito, há muitas pessoas em que a temática do dinheiro leva a outros significados… Poderá, por exemplo, estar na origem de sentimentos negativos, de agressividade, de culpa, de desvalorização, de insegurança….

Ora, você pode ter a certeza: tudo isto pode e deve ser trabalhado por si, em conjunto com o psicólogo, no processo psicológico…

Então como é que eu sei que uma consulta de psicologia é cara ou barata?

Na verdade, o conceito de sessão de psicologia ou psicoterapia cara, ou de consulta barata, não é definido sempre da mesma maneira.

Vejamos, este conceito pode estar, pois, ligado ao grau da sua disposição em fazer um investimento em si próprio. Faz-lhe sentido, não é? Realmente você tudo isto pode estar ligado ao grau de valorização do seu sofrimento psicológico.

Você pode, pois, refletir sobre o valor que quiser dar a um processo que visa melhorar a sua vida em geral. Porque o que se trata, de facto, é que você anda em busca de mais felicidade, de mais satisfação, de mais tranquilidade para a sua vida, não é?…

Você está a dar um grande passo...

Já falámos dos estudos que apontam para o facto do dinheiro ser um meio da pessoa se implicar mais ativamente no seu processo de mudança. Pois é, esses estudos apontam para a questão da motivação intrínseca da pessoa que procura ajuda psicológica…

Você, ao chegar a esta página que informa sobre honorários, pode já ter decidido mudar… É um grande passo. Porque, realmente, uma pessoa que decide mesmo mudar, está a decidir começar a trilhar um caminho… Tem um custo? Ou será que implica um investimento? Neste caso, em si…

Enfim, o que parece mesmo ser certo é que as matérias ligadas ao dinheiro contam… Por isso, cá estamos a falar abertamente destas matérias… E que são matérias sujeitas a julgamento… Continuemos a refletir sobre elas…

As consultas grátis têm a mesma qualidade? Ou não?...

Continuemos a refletir sobre outros fatores igualmente importantes nestas matérias… Vejamos, a formação do psicólogo, a sua experiência profissional e “de vida” deve ser tida em conta? Tem isso alguma importância para definição dos honorários a praticar?

Sim, achamos que sim, sem dúvida. Nós, na PSICOVIAS temos esses fatores em conta. Definimos, pois, os nossos honorários. Estamos dispostos a falarmos neste assunto sempre que quiser, é certo… Sempre que achar necessário, é certo, mas consideramos que devemos ser remunerados justamente. Sim, os nossos honorários são, na nossa perspetiva, justos!

Temos consciência que pode ser uma questão difícil para si… E também temos consciência que para nós, psicólogos, também. Porque se trata, afinal de contas, de cobrar dinheiro a alguém que, em princípio, poderá estar em grande sofrimento. Pois é, sabemos disso… É, portanto, uma matéria sujeita a julgamento, a crítica.

Pagar, ou não, por consultas às quais se falta?

Repetimos, a questão do preço de uma consulta pode ser uma questão aberta. Na PSICOVIAS estamos, pois, sempre dispostos a abordar esta questão dos honorários de uma forma franca. Porque, afinal de contas, sabemos isso perfeitamente, a relação psicoterapêutica é sempre uma relação de cooperação mútua. É uma relação de trabalho partilhado, na qual podem ser sempre renegociadas algumas condições.

Mas, também achamos que há pontos que exigem cumprimento integral. Há algumas condições que podem ser objeto de consenso. No entanto, há outras que não podem ser flexibilizadas. Há, efetivamente, pontos em que é difícil haver uma maior flexibilização. Vejamos…

É o caso de faltas não justificadas. Achamos, com efeito, que o ideal é serem justificadas previamente à ocorrência de uma consulta já marcada. E se não foi possível fazê-lo antes, então a justificação deve ocorrer no espaço mais curto de tempo possível.

A explicação deverá, pois, ser feita logo após a data em que esteve marcada a sessão. Se essa justificação não existir, ou não for plausível, terá de haver lugar ao respetivo pagamento. Enfim, considera que é justo, não é?

E quanto ao pagamento antecipado das consultas? E quanto a reembolsos?...

Vejamos, primeiro, a questão de eventuais reembolsos… Sabemos que cada caso é um caso e, portanto, lá estaremos para compreender o que houver a compreender… Mas, em abstrato, no caso de faltas injustificadas, não haverá, pois, à hipótese de devolução ou reembolso do dinheiro antecipadamente pago.

E quanto ao pagamento antecipado? Você poderá estar a refletir: “Pagamento antecipado?... E então que garantia é que eu tenho?...”

Sim, praticamos essa modalidade… É a melhor para ambas as partes... De facto, quanto à forma de pagamento, achamos que este deve ser realizado antes da sessão, antes de qualquer consulta. Sobre este aspeto, na PSICOVIAS, temos, de facto, esta postura: privilegiamos o pagamento antecipado. Ou seja, trabalhamos na base da confiança mútua.

O pagamento antecipado pode ser efetuado de um modo fácil. Pode ser feito por transferência bancária, por MBWay, ou outro modo de pagamento equivalente. Por exemplo, também privilegiamos o PayPal.

O pagamento antecipado pode ser feito de forma mensal, em packs, consulta a consulta... Enfim, como você achar melhor...

A nível internacional, privilegiamos o pagamento por PayPal   

Julgamos, com efeito, que, ao praticarmos a modalidade de pagamento antecipado, isso vai permitir estar-se mais à vontade no processo psicoterapêutico. Para ambas as partes… De facto, nem você, nem o psicólogo, têm que se lembrar de o fazer no final da sessão. Parece não haver dúvidas, é mais cómodo para ambas as partes…

Mas há outro factor muito importante: você decide mesmo se quer, ou não, continuar as consultas... Ou seja, sabe que basta deixar de pagar para que o tratamento psicológico termine. De facto, não precisa de dar mais explicações...

Outro aspeto: você não precisa de se dirigir a uma receção para tratar destas questões. Tudo se trata por meios eletrónicos, incluindo a emissão de recibo que lhe é enviado por email.

Consideramos, pois, que é mais confortável, para ambas as partes, esta forma de atuar. Concorda, não é?  Sim, muitas das pessoas que temos atendido acham isso mesmo.

Quer já confiar, ou prefere amadurecer um pouco mais a sua decisão?...

Mas voltemos à questão das desconfianças... Sim, é legítimo que se interrogue se a nossa postura é mesmo séria e honesta. E até se poderá interrogar “Pago as consultas antecipadamente e depois não vou ter as consultas que já marquei e paguei…” Sim, repetimos, é perfeitamente natural…

Mas, repare, nós estamos bem identificados… Somos psicólogos inscritos na Ordem. Temos uma morada física. Estamos registados na ERS, ou seja na Entidade Reguladora da Saúde. Portanto, para quê as desconfianças? Pode ter, é certo. Respeitamos isso. E você não tem que se censurar… Leve pois o seu tempo a decidir marcar uma consulta connosco. Pode fazê-lo já se confiar, ou, se ainda tiver dúvidas, pode fazê-lo para a semana, amanhã, ou mais logo, como quiser…

Ainda a questão dos honorários a um psicólogo… Porquê os valores que praticamos?

Já vimos, pois, que, na verdade, será mais salutar haver uma clara definição da política de honorários. Tudo isto para evitar eventuais desconfortos ligados às questões do dinheiro…

Voltemos aos estudos… Realmente, alguns estudos apontam, de facto, para este ponto: há muitos psicólogos que referem um desconforto a este nível do dinheiro que cobram... É um desconforto ligado à existência de como que um negócio, com conotações pejorativas associadas, à sua atividade.

Realmente, as Psicologias, as Psicoterapias, têm muito a ver com ajudar as outras pessoas… E, assim, você poderá estar a pensar: “Pois, é isso mesmo, estou a sofrer e ainda tenho que pagar…” Sim, nós, na PSICOVIAS, sabemos, na verdade, que a nossa atividade consiste em ajudar as outras pessoas. E queremo-lo ajudar a si. Sim queremos, mas não podemos deixar de estar conscientes de outro aspeto, digamos, comercial que não pode ser escamoteado: há receitas e despesas..…

Estamos em constante investimento em nós próprios

Sim, somos uma entidade com muitas despesas… E não são apenas aquelas despesas mais ligadas a questões materiais… Repare, vamos frisar novamente um ponto…

A realidade é que não podemos deixar de ter em conta que, como psicólogos, estamos em constante formação E é uma formação frequentemente muito dispendiosa. Um psicólogo tem, por exemplo, supervisão pela qual paga, igualmente, honorários altos. Pode fazer, ele mesmo, psicoterapia ou desenvolvimento pessoal igualmente através de pagamentos avultados.

Estamos, de facto, em constante formação e atualização… Na PSICOVIAS, temos consciência que, efetivamente, há que fazer um investimento de forma contínua em formação. É um investimento que ocupa tempo, que é de natureza pessoal e que tem, naturalmente, implicações financeiras.

Voltamos, pois, àquilo que já referimos mais atrás: definimos valores, de referência, que consideramos justos.

Pode, no entanto, voltamos a enfatizar, haver lugar a exceções devidamente analisadas e consensualizadas, inclusivamente descontos…. É uma questão de falarmos… abertamente, sem constrangimentos…, sinta-se, pois, à vontade…

Quer falar connosco agora? Clique na imagem... e fale connosco por WhatsApp! Até breve, ou mesmo até já!...

× Marque consulta por WhatsApp aqui!