Compulsões: sinais de que pode estar a sofrer delas

Compulsões: o que são?

Compulsões são comportamentos, ou pensamentos, que as pessoas sentem que precisam fazer de maneira repetitiva, geralmente para aliviar a ansiedade ou outro tipo de desconforto emocional. E é assim que estas atividades compulsivas podem acabar por tomar muito tempo e energia e afetar muito negativamente a vida de uma pessoa.

Compulsões: Será que reconhece alguns destes sinais em si?

Sente-se obrigado a realizar certas atividades de maneira rígida e repetitiva.

Sente ansiedade ou outro tipo de desconforto emocional quando não pode realizar essas atividades

Gasta muito tempo a pensar ou a realizá-las

Você tenta controlar ou esconder as suas compulsões de outras pessoas

Interferem com a sua vida diária e as suas responsabilidades

Você sente culpa ou vergonha em relação às suas compulsões

Tenta resistir, mas não consegue

Compulsões afetam as relações interpessoais

De facto, e afetam a sua saúde física ou mental. Sente que não tem controlo sobre as suas compulsões. Vejamos alguns exemplos desses comportamentos ou pensamentos repetitivos:

São muito variados, incluindo coisas como lavar as mãos constantemente. Também verificar portas e janelas repetidamente antes de sair de casa. Ou contar objetos de maneira obsessiva. São comportamentos que podem acabar por tomar muito tempo e energia. E, assim, afetarem negativamente a vida da pessoa.

Causas dos comportamentos e pensamentos repetitivos

As causas exatas desses comportamentos ou pensamentos ainda são algo desconhecidas. Mas acredita-se que são influenciadas por fatores genéticos, ambientais e psicológicos. Realmente, algumas pessoas podem desenvolver esses comportamentos como uma forma de lidar com o stress ou a ansiedade, enquanto outras podem ter uma predisposição genética para desenvolver esses comportamentos.

Também pode haver uma ligação entre esses comportamentos e outras perturbações mentais, como a perturbação obsessivo-compulsiva (POC) ou de stress pós-traumático (PSPT).

Como é que comportamentos ou pensamentos repetitivos se tratam?

O tratamento desses comportamentos ou pensamentos inclui, obrigatoriamente, psicoterapia. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) ou o EMDR são terapias que podem ser especialmente úteis para ajudar as pessoas a controlarem esses comportamentos. Nessas terapias, os pacientes aprendem técnicas para identificar e alterar padrões de pensamento e comportamento negativos.

Como se aprende a controlar comportamentos compulsivos

Aprender a controlar esses comportamentos ou pensamentos é um processo desafiador. Sim, mas é possível com um tratamento adequado. Praticar técnicas de relaxamento, como respiração profunda ou técnicas de relaxamento muscular progressivo também podem ser muito importantes. Ou encontrar maneiras de gerir o stress e a ansiedade de maneira mais saudável.

Se reconhece alguns destes sinais que apontam para compulsões

Não hesite em procurar ajuda. Um psicólogo e psicoterapeuta pode trabalhar consigo para entender as causas das suas compulsões. E também para encontrar maneiras de lidar com elas de maneira mais saudável. Tudo de modo a levar uma vida mais equilibrada em termos emocionais, com menos ansiedade.