Apoio Psicológico Online

A intervenção conhecida por apoio psicológico online consiste numa psicoterapia de apoio feita à distância.  Ou seja, de um lado está o psicólogo e do outro a pessoa. Comunicam ambos por, nomeadamente, videoconferência.

A telepsicoterapia é uma resposta para a necessidade de haver psicólogos que se exprimam na língua portuguesa. É uma modalidade especialmente indicada para apoiar os portugueses que vivem no estrangeiro. Um psicólogo online é também indicado para aqueles portugueses que vivem em zonas mais rurais, ou, então, para quem não vive na mesma cidade do psicólogo que desejam consultar...

Consultas psicológicas à distância

Em Portugal ou no estrangeiro

Consultório em Lisboa

Atendemos pessoas de todo o mundo via online.

Envie sms (+351) 934 500 303

Telefone (+351) 934 500 303

Envie email info@psicovias.pt

Pode também optar pelo agendamento direto por WhatsApp aqui

A psicoterapia à distância é também uma resposta adequada para aqueles que, simplesmente, preferem comunicar online. Pode verificar-se através do telefone ou de uma plataforma tecnológica de comunicação com som, imagem, partilha de ecrã....

A psicologia online é também para aqueles que até se sentem mais confortáveis nesta modalidade de apoio psicológico ou psicoterapia, em detrimento de sessões presenciais.

Uma das questões que, comumente, se coloca é se este tipo de antedimento psicológico está regulamentado. Ora, o que se pode dizer sobre isso é que a Comissão de Ética da Ordem dos Psicólogos Portugueses aponta para o Código Deontológico da OPP.

Este deverá, pois, ser a base...  De facto, é a grande base orientadora para as questões e os desafios que se colocam nesta modalidade de apoio psicológico online. Considera aquele órgão que o exercício da psicologia à distância deve manter-se fiel aos objetivos preconizados no Código Deontológico dos psicólogos.

Manter os mesmos níveis éticos

Entende, pois, a OPP, que tem que haver um grande princípio orientador da intervenção à distância. E esse princípio deverá ser o de se continuar a manter a qualidade dos serviços prestados. Os serviços prestados deverão, pois, manter sempre as mesmas obrigações e responsabilidades.

Estamos a falar da Intervenção Psicológica à Distância feita através de qualquer meio de comunicação. Esta intervenção, nomeadamente por videoconferência, deverá, pois, manter os mesmos níveis éticos que deverão verificar-se numa relação face a face.

De facto, a OPP considera que a constante evolução tecnológica tem vindo a possibilitar novos modos de apoio psicológico. Já não se deve ficar apenas com os possíveis numa comunicação presencial. Reconhece, pois, o órgão regulador da atividade dos Psicólogos em Portugal, que as plataformas de comunicação à distância estão a permitir mais facilidades de acesso.

A psicologia online está, efetivamente, a contemplar um número crescente de pessoas. De facto, ainda há muitas pessoas que não têm  a possibilidade de beneficiar do apoio psicológico cara a cara por motivos diversos. Portanto esta é uma solução alternativa.

Respeitar as mesmas normas deontológicas

Segundo a OPP há, no entanto, dificuldades e desafios a ter em conta.  Um desses desafios é a questão do espaço cibernético não assegurar de uma forma 100% segura meios de controlo que garantam a não violação por terceiros das comunicações estabelecidas. Mas de facto, convenhamos, que é um risco que pode acontecer. Pode acontecer, como é sabido, em muitas esferas, mesmo naquelas em que a segurança é levada ao extremo.

Em suma a OPP, através da Comissão de Ética, considera que, “independentemente do meio de contacto que seja utilizado para a intervenção psicológica, o psicólogo deverá orientar o seu trabalho pelos mesmos princípios éticos e respeitar as mesmas normas deontológicas e legais a que está vinculado para uma intervenção face a face”.

Superior interesse da pessoa

Assim, à semelhança da OPP, a PSICOVIAS reconhece que a intervenção dos psicólogos à distância pode ajudar muitas pessoas que de outro modo não poderiam usufruir deste serviço. Na PSICOVIAS temos, com efeito, consciência que nos compete a nós, psicólogos, garantir que a intervenção à distância seja utilizada sempre com vista ao superior interesse da pessoa.

E há cada vez mais referências que apontam para o facto da intervenção à distância proporcionar melhores resultados que a intervenção presencial. Há cada vez mais pessoas a referirem que alcançaram melhores resultados nesta modalidade.

Na Psicovias procuramos obter, logo na primeira sessão, um consentimento verbal informado, o mais livre e esclarecido possível. Apresentamos, de facto, logo num primeiro momento, as vantagens do processo decorrer à distância, mas também fazemos notar que pode haver limitações e constrangimentos em relação a uma intervenção presencial, nomeadmente na abordagem psicoterapêutica EMDR.

Incluir momentos presenciais

Reconhecemos, pois, que poderá haver valor acrescentado se a intervenção psicológica à distância incluir momentos presenciais. Consideramos, de facto, que o ideal seria praticar-se um apoio psicológico misto, alternando entre momentos à distância e momentos presenciais, face a face.

Na verdade, em alguns casos, a entrevista “ao vivo” pode promover uma maior e estreita relação de confiança entre a pessoa e o psicólogo. E também pode permitir ao psicoterapeuta um maior controlo sobre o estado de ego da pessoa, podendo intervir talvez mais adequadamente em caso, por exemplo, de uma descompensação ou dissociação.

Em relação à confidencialidade, tal como consideramos que pode haver uma escuta furtiva atrás da porta de um consultório, também achamos que pode haver o perigo de hackers tomarem conta das comunicações trocadas entre computadores. De qualquer modo, tudo fazemos para que isso não aconteça.

Apesar de praticarmos psicoterapia de apoio online, dispomos de um endereço físico a partir do qual fazemos as intervenções psicológicas à distância. Esse endereço consta dos registos da OPP e também da ERS.

Modo síncrono

Nas intervenções psicológicas à distância existe a modalidade diferida que, no entanto, não praticamos. Com efeito, na PSICOVIAS fazemos apoio psicológico online. Ou seja, fazemos acompanhamento psicológico a distância, mas de modo síncrono. Este modo significa que o psicólogo está mesmo presente na sessão durante o tempo todo, no outro lado da linha. Pode acontecer com imagem, som e texto, geralmente por videoconferência.

Mas também pode ocorrer apenas com som e texto, ou apenas som, como a pessoa preferir e se sentir mais confortável e à vontade.

Horários mais abrangentes

Portanto, é uma psicoterapia online, em que a pessoa pode escolher o horário que melhor lhe convier. Pode até incluir um horário noturno, se assim o desejar e tivermos disponibilidade para tal - o que, por vezes, acontece.

O horário será, pois, combinado mutuamente. E, enquanto na forma presencial não lhe é garantido um horário à sua escolha, na modalidade online podemos proporcionar-lhe horários mais abrangentes.

Para algumas pessoas tem mais vantagens

Portanto, só precisa de gostar de falar ao telefone ou gostar de escrever. Só precisa de lidar bem com o telefone, com o telemóvel ou com o computador. Se isso acontecer, o apoio psicológico online é uma modalidade que pode ser até a mais indicada para si.

De facto, pode ser uma pessoa que sente que, numa relação online, consegue revelar mais de si. Isso pode acontecer pela possibilidade de não existir contacto visual. Pode acontecer, talvez,  apenas porque, por alguma razão, se sinta mais seguro neste contexto.

Intervenção mais económica

O apoio psicológico online implica menos despesas administrativas. Assim, tem também a vantagem de ser uma intervenção mais económica. Com efeito, pode fazer uso apenas de um telefone, ou de um telemóvel, estabelecendo-se uma conversação que até poderá não utilizar a Internet.

Mas é uma conversação simultânea efetiva com um psicólogo. Nesta interação poderá até expor, de facto, mais livremente, as suas queixas, os seus problemas, as suas temáticas...

online2

Grande eficácia

Na PSICOVIAS, esta modalidade tem, realmente, uma redução no valor dos honorários praticados. Mas não é de somenos importância também o facto de haver estudos a apontarem para uma eficácia mais elevada nesta modalidade do que na presencial. De facto, em muitos casos,  poderá ser até superior à de uma intervenção psicológica presencial mais clássica.

Com efeito, há estudos que apontam, realmente, para mudanças mais rápidas nas pessoas que recorrem a esta modalidade do apoio psicológico online. Enfim, haverá vários fatores envolvidos. Um dos quais, certamente, será a distância física em que se encontram as pessoas. Na verdade, poderá contribuir para que se vá mais diretamente ao assunto fulcral das questões mais difíceis...

Para quem está fora dos grandes centros urbanos ou no estrangeiro

Para além disso, é uma boa solução para quem vive fora dos grandes centros urbanos. De facto, as pessoas que vivem em meios mais rurais, podem não poder consultar um psicólogo de forma presencial.

É também uma ótima solução para os nossos emigrantes, para todas as comunidades lusófonas, para os estudantes do programa Erasmus, para todos os portugueses da diáspora...

De facto, nós estamos mesmo aqui, à distância de um mero telefonema, de um email ou de uma simples sms

Veja como marcar uma sessão online na PSICOVIAS aqui...

A PSICOTERAPIA À DISTÂNCIA FUNCIONA MESMO?

Consentimento informado no atendimento psicológico online

× Marque consulta por WhatsApp aqui!